(PT-BR)
Sobre 
A Portaria do Futuro tem hoje mais de 10 anos de existência, foi uma das primeiras empresas do Brasil a desenvolver soluções para portaria remota e automação de portarias.  É uma empresa que atua tanto com tecnologia (desenvolvendo sistemas de automação para portarias) quanto com prestação de serviços de portaria remota (tem uma central de atendimento onde conta com várias estações de atendimento a condomínios no serviço de porteiro remoto). A atuação da Portaria do Futuro hoje é basicamente concentrada na Grande São Paulo e em Niterói (RJ). Nesses dois locais é onde se encontra a maior parte de seus clientes. É uma empresa que além de atender a clientes finais (condomínios) com sua solução de software e serviço de atendimento de portaria remota, também fornece somente tecnologia para alguns parceiros atenderem seus clientes finais.
Esse fator é de uma certa forma um gerador de conflito de interesses, pois na sua operação de atender diretamente a condomínios, por vezes acaba concorrendo com empresas parceiras que revendem a sua solução. Não se dispõe de um número para determinar o quanto o mercado conhece a Portaria do Futuro, no entanto, pode-se se dizer que:
• Certamente a Portaria do Futuro não é conhecida fora dessas regiões geográficas;
• Certamente existem empresas que há mais tempo vem investindo de forma mais robusta em marketing, são mais conhecidas que a Portaria e tem um marketshare maior que a Portaria, mesmo nessas regiões que a Portaria atua;
• Sempre ouvimos de clientes e parceiros, quando as soluções Portaria são comparadas com outras soluções de mercado, eles consideram a Portaria do Futuro como sendo a melhor solução.

O Desafio
A nova empresa que pretendemos criar é um desmembramento dessas duas atividades atuais da Portaria do Futuro, sendo que ela ficará somente com a parte da tecnologia. A empresa Portaria do Futuro pretendemos vender para alguma empresa que já seja especializada em atendimento a condomínios, sendo que obrigatoriamente a Portaria do Futuro depois de vendida passará a ser cliente desse nosso novo negócio, pois precisará seguir utilizando a nossa tecnologia. Obviamente, não venderemos a tecnologia. Entendemos que exista um grande mercado no Brasil e até mesmo fora do Brasil, pois os conceitos de automação de portaria (seja Portaria Virtual ou Gestão pelo Morador) é algo que nas médias e grandes cidades tem somente uma pequena parcela de condomínios que já aderiram, e nas cidades menores é um conceito que nem chegou ainda.
O negócio atual, de tanto mexermos com tecnologia quanto atendermos a cliente final, nos deu até agora uma importante vantagem de termos conseguido direcionar o foco das tecnologias para as melhores aplicações, pois sentimos “na carne” a dor do cliente final. 
No entanto, o cliente final é também um grande limitador de crescimento em escala, pois ele demanda atendimento muito personalizado. A instalação dos equipamentos de uma portaria é totalmente customizada para cada condomínio, devido cada prédio ter estrutura física única, quantidade de acessos, acessos de garagem, alarme, CFTV (circuito TV) e também as exigências de segurança e capacidade de investimento dos moradores, que também mudam (mesmo que dois prédios tivessem exatamente a mesma planta teriam instalações diferentes em função desses fatores). Também na parte de portaria remota, no dia-a-dia, cada cliente adota e exige uma política de atendimento que contém particularidades e para dar conta disso, é necessário estruturar equipes de atendimento, postos de atendimento, gerenciamento, e toda uma complexidade associada que não permite se ter um foco exclusivo em cuidar da tecnologia.

Público-Alvo
São os proprietários de empresas de terceirização de serviços para condomínios (portaria, limpeza e conservação), empresas de monitoramento de alarme, administradoras de condomínios, geralmente homens, de meia idade (mais pra novos que pra idosos), são bastante informais, bens de vida (mas não milionários), dão muito valor a cada centavo (pois construíram tudo que tem), estão dentro de um mercado onde existe muito relacionamento pessoal sob diversos aspectos (com síndicos, com moradores, com colaboradores, com prestadores de serviços), de tal forma que são pessoas mais relacionais, adoram a tecnologia mas não dominam ela e se encantam com quem domina, não são ou não tem tempo para se organizar e adoram quem lhes oferece organização, são bastante empreendedores (desde que sintam confiança no suporte daquilo que vão empreender) e tem comportamento bastante protecionista com os clientes que tem na carteira (clientes são dele, da empresa dele, ele não quer arrumar cliente pra outro). 

(EN)
About
The Portaria do Futuro is now more than ten years old, it was one of the first companies in Brazil to develop solutions for remote concierge and door automation. It is a company that operates both with technology (developing automation systems for gatekeepers) and providing remote gatekeeper services (it has a call center where it has several service stations for condominiums in the remote doorman service). The activities of the Portaria do Futuro today are basically concentrated in Greater São Paulo and Niterói (RJ). These two locations are where most of your customers are located. It is a company that in addition to serving end customers (condominiums) with its software solution and remote concierge service, also only provides technology for some partners to serve their end customers.
This factor is in a way a generator of conflict of interest because in its operation of directly serving condominiums, it sometimes ends up competing with partner companies that resell their solution. There is no number to determine how much the market knows the Ordinance of the Future, however, it can be said that:
• The Ordinance of the Future is certainly not known outside these geographic regions;
• There are certain companies that have invested more robustly in marketing for a longer time, are better known than the Ordinance and have a larger market share than the Ordinance, even in those regions where the Ordinance operates;
• We always hear from customers and partners, when Portaria solutions are compared with other market solutions, they consider Portaria do Futuro to be the best solution.

The Challenge
The new company that we intend to create is a dismemberment of these two current activities of the Ordinance of the Future, and it will only keep the technology part. The company Portaria do Futuro we intend to sell to some company that is already specialized in service to condominiums, and the Portaria do Futuro will be a client of this new business after being sold, as it will need to continue using our technology. Obviously, we will not sell the technology. We understand that there is a large market in Brazil and even outside of Brazil, because the concepts of automation of concierge (whether Virtual Concierge or Management by Resident) is something that in medium and large cities has only a small portion of condos that have already joined, and in smaller cities, it’s a concept that hasn’t even arrived yet.
The current business, both moving with technology and serving the end customer, has given us an important advantage so far of having managed to direct the focus of technologies to the best applications, as we feel the pain of the end customer "in the flesh".
However, the end customer is also a major limiter of growth in scale, as it demands very personalized service. The installation of the equipment of a concierge is fully customized for each condominium, because each building has a unique physical structure, number of accesses, garage access, alarm, CCTV (TV circuit) and also the security requirements and investment capacity of the residents, which also change (even if two buildings had exactly the same plant, they would have different facilities due to these factors). Also in the remote concierge area, on a day-to-day basis, each client adopts and requires a service policy that contains particularities, and to address this, it is necessary to structure service teams, service stations, management, and all the associated complexity that doesn’t allow us to have an exclusive focus on taking care of the technology.

Target Audience
They are the owners of services outsourcing companies for condominiums (concierge, cleaning and maintenance), alarm monitoring companies, condominium administrators, usually men, middle-aged (more for young people than for the elderly), they are very informal, life (but not millionaires), they give a lot of value to every penny (because they built everything they have), they are within a market where there is a lot of personal relationships under different aspects (with trustees, residents, employees, service providers), in such a way that they are more relational people, they love technology but do not dominate it and are enchanted by those who dominate it, they are not or do not have time to organize themselves and they love those who offer the organization, they are quite enterprising (as long as they feel confident in supporting it) that they are going to undertake) and has a very protective behavior towards the clients in their portfolio (clients are his, his company, he does not want to find another client).




(PT-BR)
Diferenciais de marca
1. Qualidade e escopo do software (aplicativos e software na nuvem, amplos recursos de gerenciamento e registros históricos de acesso);
2. Empresa e solução dedicada exclusivamente ao negócio de automação de portas;
3. Know-how de 10 anos vivenciando todo o ciclo de abastecimento (até chegar aos condomínios);
4. Integração com diversos padrões de equipamentos;
5. Estabilidade do produto.

Mensagem a ser transmitida
São dois pontos a serem explorados aqui, o primeiro é a mensagem da empresa aos parceiros, onde se busca algo que transmita oportunidade como uma empresa inovadora e com um know-how completo, sendo referência há mais de 10 anos. E a segunda seria dos sócios para o cliente final (condomínio), aqui já estariam inseridos significados relacionados à liberdade, felicidade, segurança, tecnologia e autonomia.

(EN)
Brand Differentials 
1. Quality and scope of the software (applications and software in the cloud, extensive management capabilities, and historical access records); 
2. Company and solution dedicated exclusively to the door automation business; 
3. Know-how of 10 years living the entire supply cycle (until arriving at the condominiums);
4. Integration with various equipment standards; 
5. Product stability. 

Message to be transmitted 
There are two points to be explored here, the first being the company's message to partners, where the search is for something that conveys opportunity as an innovative company with a complete know-how, having been a reference for over 10 years. And the second would be from the partners to the final customer (condominium), here meanings related to freedom, happiness, security, technology, and autonomy would already enter.



Back to Top